• Pedro Villa

Quintas e Espaços para copo d’água, aspectos a considerar para o seu casamento

A experiência demonstra-me que o espaço onde se realiza o copo d’água é um dos primeiros serviços a ser contratado pela maioria dos noivos. E por isso, não raras vezes, quando chegam a reunir comigo este já foi reservado.


Habitualmente esta opção recai em dois ou três aspectos, tais como:

  • a qualidade global do serviço baseada nas opiniões de outros casais (internet, circulo de amigos e conhecidos, etc;

  • a qualidade dos menus disponibilizados;

  • a estética dos espaços interiores e exteriores.



Sem dúvida, todos eles extremamente relevantes. No entanto, numa perspectiva fotográfica, se pensarmos que mais de 70% das fotos ou imagens captadas durante um casamento se circunscrevem ao espaço onde se realiza o copo d´água e que dessas, 50% são feitas debaixo de luz artificial, vai concordar comigo e perceber que há muito mais a ser considerado se quisermos potenciar a qualidade das imagens captadas durante um casamento. Adicionalmente, se pensarmos que fotografia é simplesmente a técnica de criação de imagens por meio de exposição luminosa e que por isso é algo totalmente dependente da qualidade da luz, rapidamente percebemos que a iluminação interior do espaço se reveste de extrema importância para um bom resultado final.


Obviamente nós fotógrafos, podemos contornar algumas dificuldades, utilizando algumas soluções de recurso que podem minimizar os efeitos de uma má iluminação, no entanto, no âmbito duma boa fotorreportagem, que nos exige nunca estarmos parados no mesmo sitio e deambular pelos vários recantos do espaço, se a iluminação for globalmente fraca ou de má qualidade, não nos permite recorrer ao nosso material para a melhorar e isso torna-se muito complicado ou simplesmente impossível.


Neste sentido, existem aspectos dos quais faço sempre questão de sensibilizar os meus noivos durante as reuniões, de forma a que possamos tirar o potencial de qualidade máxima das imagens que vamos obter. Portanto, na hora de optarem pelo espaço, fiquem atentos aos seguintes aspectos de iluminação em relação ao salão, mas também ao local do corte do bolo (pois muitas vezes realiza-se no exterior em pessimas condições de iluminação):


  • verifiquem se a luz ambiente proporcionada é reduzida ou parece suficiente;

  • sendo a iluminação ambiente reduzida ou pouco intensa se alternativamente existe um tecto claro e baixo ou outras superfícies refletoras tais como paredes brancas. Dê privilégio a cores neutras e claras, sempre!

  • opte por tectos lisos em vez de inclinados ou irregulares.

  • se as diferentes lâmpadas que compõem a iluminação são de tonalidade homogénea/idêntica ou se cada um tem uma tonalidade diferente, "tipo feira"!

  • se a tonalidade das paredes e chão é escura ou de cor berrante.



tentando resumir, se ainda não reservaram o espaço e estão em fase de decisão, não se esqueçam de equacionar os aspectos referidos. "Fujam" de quintas com “iluminação duvidosa”, com tectos escuros e altos. Por exemplo, muitas vezes o rústico é interessante, mas se a iluminação do espaço é reduzida, se não usarmos flash, as pessoas e objectos ficam mal iluminados ou pouco nítidos. Se usarmos, o flash não pode rebater em superfícies claras ou neutras influenciando a tonalidade de pele dos convidados, consoante a cor das superficies onde reflecte! As pessoas ficam muitas vezes com cores pouco naturais e muitas vezes nem com recurso a software profissional, Photoshop ou Lightroom, isso melhora significativamente…

Caso não se sintam à vontade para o fazer sozinhos, questionem o vosso fotógrafo posteriormente, confirmem se conhece o espaço. Nós fotógrafos, conhecemos muitas quintas e salões para casamento. Ainda assim, se não conhecer perguntem se pode fazer uma visita para vos esclarecer e perceber o material ou meios humanos dos quais precisa fazer-se acompanhar.


Há aspectos que podem ser contornados com recurso a flash/iluminação externa ou a um profissional de apoio, mas existem situações em que isso não é possível.


Caso já tenham reservado o dia com a Quinta/espaço e só se apercebam destas questões posteriormente, concluindo que existe uma má qualidade na iluminação, verifiquem junto do responsável do espaço, se existe possibilidade de a melhorar com ações simples como:


  • aumentar a intensidade das lâmpadas existentes, ou simplesmente colocar todas as lâmpadas da mesma tonalidade (luz quente, ou luz fria).

Ou com o vosso fotógrafo:

  • a necessidade de levar meios de apoio, sejam eles a nível material, como soluções humanas ou ambos.


Se mesmo assim tiver dúvidas, pode sempre contactar-me, terei todo o prazer em orientar-vos no que for necessário.

44 visualizações0 comentário